quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Ranking Mundial de Seleções 2018 – parte 2/4



Confira abaixo a segunda parte da edição de 2018 do Ranking Mundial de Seleções elaborado por este blog, com os países classificados entre a 101º e a 150ª posição. Vale lembrar que esta lista não tem relação com o ranking da FIFA (para conhecer os critérios de montagem, clique aqui)

Pos
País
2014
2015
2016
2017
Total
Dif
101
Líbano
19,5
60,8
24,8
60,8
165,8
+7
102
Guiné Equatorial
6,0
146,5
9,0
3,0
164,5
+1
103
Mauritânia
25,5
49,0
33,0
54,8
162,3
+15
104
Quênia
13,5
52,3
60,0
32,8
158,5
-5
105
Israel
61,5
12,0
69,8
15,0
158,3
-21
106
Malaui
60,0
50,3
29,3
16,8
156,3
-4
107
Ruanda
40,8
25,5
57,0
30,3
153,5
+4
108
Kuwait
50,3
94,0
0,0
7,0
151,3
-19
109
Benin
27,0
48,5
27,0
44,3
146,8
+10
110
Geórgia
9,0
27,0
46,5
56,3
138,8
+30
111
Madagascar
12,0
56,5
13,5
54,0
136,0
+37
112
Filipinas
40,5
36,8
31,8
26,5
135,5
+2
113
Togo
30,0
21,0
45,0
38,3
134,3
-9
114
Suazilândia
15,8
63,5
45,5
9,0
133,8
+9
115
Chipre
43,5
27,0
9,0
54,0
133,5
+25
116
Macedônia
18,0
14,5
4,5
95,5
132,5
+34
117
Quirguistão
10,0
79,5
23,0
19,5
132,0
-4
118
Etiópia
40,0
39,0
30,5
21,8
131,3
-26
119
Namíbia
11,5
55,0
42,5
21,0
130,0
-7
120
Hong Kong
12,3
75,0
15,0
26,8
129,0
+1
120
Vietnã
32,3
27,0
39,8
30,0
129,0
+9
122
Azerbaijão
8,5
35,0
62,5
22,5
128,5
-14
123
Papua Nova Guiné
0,0
0,0
113,0
13,5
126,5
+5
124
Ilhas Faroe
45,0
30,0
32,3
18,0
125,3
+6
125
Angola
46,8
40,5
11,0
24,8
123,0
-15
126
Luxemburgo
14,5
25,5
9,0
73,5
122,5
+19
127
Curaçao
12,0
23,3
36,0
48,0
119,3
+25
128
Guiné Bissau
15,0
22,8
46,5
30,0
114,3
+17
129
Ilhas Salomão
0,0
0,0
63,5
49,8
113,3
+28
130
Níger
23,0
55,5
12,0
22,5
113,0
-5
131
Tanzânia
24,8
41,5
2,3
43,5
112,0
-4
132
Letônia
30,0
36,0
29,3
15,8
111,0
-16
133
S. Cristóvão e Névis
18,5
40,5
42,0
9,3
110,3
2
134
Cingapura
14,5
67,0
18,0
10,5
110,0
-12
135
Burundi
17,3
55,5
13,5
23,5
109,8
-3
136
Turcomenistão
6,0
61,5
13,5
28,5
109,5
+8
137
Índia
1,0
32,5
22,5
51,0
107,0
+12
138
Lesoto
35,5
23,8
22,5
21,0
102,8
-21
139
Mianmar
33,3
15,5
23,5
30,0
102,3
+4
140
Cazaquistão
12,0
34,0
44,3
6,0
96,3
-14
141
Antígua e Barbuda
36,0
42,0
18,0
0,0
96,0
+1
142
Lituânia
43,5
12,0
34,5
4,5
94,5
-27
143
Armênia
17,0
8,0
32,0
35,3
92,3
-57
144
Afeganistão
21,0
31,5
15,8
23,0
91,3
-10
145
Serra Leoa
24,0
19,0
33,0
15,0
91,0
-12
146
Nova Caledônia
0,0
0,0
74,0
16,5
90,5
-11
147
Malásia
36,8
21,5
25,5
5,3
89,0
-9
148
Cuba
16,5
62,3
6,0
0,0
84,8
-24
149
Taiwan
2,0
16,5
23,0
41,3
82,8
+15
150
Iêmen
13,3
32,3
15,0
19,5
80,0
+9

Neste pedaço da lista, temos a equipe que mais ganhou e a que mais perdeu posições no último ano. Madagascar subiu 37 lugares, graças à boa campanha nas Eliminatórias para a Copa Africana (3 vitórias em 3 jogos), mais um punhado de vitórias em amistosos. Macedônia, Geórgia e Ilhas Salomão também tiveram um ótimo ano, ganhando mais de 25 posições cada uma.

Já a equipe que teve o pior ano foi a Armênia, que caiu 57 posições – nenhum outro país perdeu mais que 31 em 2018. Na verdade, o ano dos armênios não foi tão ruim (o time fez 35 pontos, mais que nos três anos anteriores); o problema é que 2013 havia sido excepcional, com 176 pontos ganhos, e a seleção não chegou nem perto de repetir tal performance.

A Armênia é, também, o país que mais perde no ranking deste blog em comparação com a FIFA: o time aparece aqui em 143º, enquanto na lista oficial é o 90º. A equipe que mais se beneficiou com a metodologia do blog também está neste pedaço da lista – é o Kuwait, que aqui aparece 66 posições melhor do que no ranking da FIFA (108º contra 174º).