segunda-feira, 8 de maio de 2017

Ranking Histórico do Campeonato Paulista – 2017

Terminou mais um Campeonato Paulista, com o Corinthians ganhando seu 28º título da competição. Vejamos, então, como ficou o Ranking Histórico do torneio, atualizado após os resultados deste ano (os critérios para montagem da lista estão explicados aqui):

Pos
Time
Total
1
Corinthians
5.208,8
2
Palmeiras
4.677,6
3
Santos
4.169,3
4
São Paulo
3.911,2
5
Portuguesa
2.060,6
6
Paulistano
1.775,0
7
Guarani
1.045,2
8
Ponte Preta
985,0
9
Ypiranga
863,3
10
Juventus
777,7
11
São Bento (Capital)
730,0
12
Internacional (Capital)
707,8
13
Germânia
699,6
14
Botafogo
605,6
15
A.A. Palmeiras
602,4
16
Portuguesa Santista
574,1
17
São Paulo Athletic
535,0
18
Ferroviária
478,9
19
XV de Piracicaba
443,6
20
Americano
438,3
21
América (S. José do R. Preto)
412,1
22
Ituano
384,4
23
Jabaquara
381,5
24
Mackenzie
372,3
25
São Caetano
341,3
26
Paulista
339,5
27
São Bento (Sorocaba)
326,2
28
Internacional (Limeira)
322,3
29
Noroeste
318,4
30
São Paulo da Floresta
300,0
33
Bragantino
279,3
34
Santo André
266,0
43
Novorizontino
154,0
48
Linense
103,6
51
Audax
76,5
52
Mirassol
76,3
60
São Bernardo
55,2
67
Red Bull Brasil
39,3

Maior campeão do Paulista, o Corinthians aumentou sua vantagem sobre o vice-líder Palmeiras para mais de 500 pontos (equivalentes a 5 títulos). A Ponte Preta, vice-campeã estadual pela 7ª vez (!!!), manteve-se no 8º lugar. No entanto, parece apenas questão de tempo até que a Macaca supere o arquirrival Guarani, tornando-se o melhor time do interior na história – e também o melhor clube que nunca foi campeão estadual.

Mudanças de posições no ranking foram poucas. A principal aconteceu no 15º lugar, onde o Botafogo ultrapassou a antiga Associação Atlética das Palmeiras. Mais abaixo, Ituano e São Bento também ganharam uma posição. Audax (3 colocações), Mirassol (4), São Bernardo (3) e Red Bull Brasil (8) galgaram lugares entre os nanicos.

E por falar em nanicos, desta vez o rebaixamento ajudou a trazer de volta um pouco de tradição para a Série A-1 do Paulista. Portuguesa e Guarani, infelizmente, seguem na Segundona (a Lusa quase caiu para a A-3), mas pelo menos subiram dois times que já foram campeões, o São Caetano (25º no ranking) e o Bragantino (33º). Os rebaixados foram dois dos quatro times de menor tradição na A-1: São Bernardo e Audax.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Técnicos de futebol mais vencedores da Europa

A Liga dos Campeões deste ano chega à fase semifinal com uma peculiaridade. Nenhum dos quatro treinadores ainda vivos nesta etapa tem uma lista expressiva de troféus em suas carreiras.

Assim sendo, é interessante perguntar: quais seriam os técnicos mais vitoriosos na história do futebol europeu? Montei abaixo uma lista, com todos os 40 treinadores que já venceram a Liga dos Campeões (mais os outros três que ainda têm chances nesta temporada). Para cada conquista foi atribuída uma pontuação, de acordo com a importância do torneio – a mesma usada no Ranking de Títulos do Futebol Europeu. Não foram considerados títulos por seleções nem conquistas por clubes de fora da Europa (vale dizer que nenhum desses alteraria muito as primeiras colocações).

Confira abaixo o ranking dos técnicos mais vitoriosos na Europa:

Pos
Técnico
Títulos
Pontos
Lista
1
Alex Ferguson (ESC)
38
475
3 Escocês, 4 Copa Escócia, 1 Copa Liga
Escócia, 2 Recopa, 2 Supercopa, 13
Inglês, 5 Copa Inglaterra, 4 Copa Liga
Inglaterra, 2 Liga dos Campeões, 2
Mundial
2
Giovanni Trapattoni (ITA)
20
317
7 Italiano, 2 Copa Itália, 1 Liga dos
Campeões, 1 Recopa, 3 Liga Europa, 1
Supercopa, 1 Mundial, 1 Alemão, 1
Copa Alemanha, 1 Português, 1
Austríaco
3
Helenio Herrera (ARG)
16
306
4 Espanhol, 2 Copa Espanha, 2 Fairs
Cup, 3 Italianos, 2 Liga dos Campeões,
2 Mundial, 1 Copa Itália
4
Miguel Muñoz (ESP)
15
295
2 Liga dos Campeões, 1 Mundial, 9
Espanhol, 2 Copa Espanha, 1 Recopa
5
Bob Paisley (ING)
14
288
6 Inglês, 3 Copa Liga Inglaterra, 3 Liga
dos Campeões, 1 Liga Europa, 1
Supercopa
6
José Mourinho (POR)
18
277
2 Português, 1 Copa Portugal, 1 Liga
Europa, 2 Liga dos Campeões, 3 Inglês,
1 Copa Inglaterra, 3 Copa Liga
Inglaterra, 2 Italiano, 1 Copa Itália, 1
Espanhol, 1 Copa Espanha
7
Josep Guardiola (ESP)
18
257
3 Espanhol, 2 Copa Espanha, 2 Liga dos
Campeões, 3 Supercopa, 3 Mundial, 3
Alemão, 2 Copa Alemanha
8
Carlo Ancelotti (ITA)
14
247
1 Italiano, 1 Copa Itália, 3 Liga dos
Campeões, 3 Supercopa, 2 Mundial, 1
Inglês, 1 Copa Inglaterra, 1 Francês, 1
Copa Espanha
9
Ottmar Hitzfeld (ALE)
18
219
3 Copa Suíça, 2 Suíço, 7 Alemão, 2 Liga
dos Campeões, 3 Copa Alemanha, 1
Mundial
10
Nereo Rocco (ITA)
10
216
2 Italianos, 3 Copa Itália, 2 Liga dos
Campeões, 2 Recopa, 1 Mundial
11
Udo Lattek (ALE)
14
214
3 Copa Alemanha, 8 Alemão, 1 Liga dos
Campeões, 1 Liga Europa, 1 Recopa
12
Fabio Capello (ITA)
11
199
7 Italianos, 1 Liga dos Campeões, 1
Supercopa, 2 Espanhol
13
Louis Van Gaal (HOL)
16
197
4 Holandês, 1 Copa Holanda, 1 Liga dos
Campeões, 1 Liga Europa, 2 Supercopa,
1 Mundial, 2 Espanhol, 1 Copa Espanha,
1 Alemão, 1 Copa Alemanha, 1 Copa
Inglaterra
14
Johann Cruyff (HOL)
11
185
2 Copa Holanda, 2 Recopa, 4 Espanhol,
1 Liga dos Campeões, 1 Copa Espanha,
1 Supercopa
15
José Villalonga (ESP)
9
183
2 Liga dos Campeões, 1 Recopa, 2 Copa
Latina, 2 Espanhol, 2 Copa Espanha
16
Ernst Happel (AUT)
16
173
1 Copa Holanda, 1 Holandês, 2 Liga dos
Campeões, 1 Mundial, 3 Belga, 2 Copa
Bélgica, 2 Alemão, 1 Copa Alemanha, 2
Austríaco, 1 Copa Áustria
17
Rafa Benítez (ESP)
9
163
2 Espanhol, 2 Liga Europa, 1 Copa
Inglaterra, 1 Liga dos Campeões, 1
Supercopa, 1 Mundial, 1 Copa Itália
18
Brian Clough (ING)
9
153
2 Inglês, 4 Copa Liga Inglaterra, 2 Liga
dos Campeões, 1 Supercopa
18
Marcello Lippi (ITA)
9
153
5 Italiano, 1 Copa Itália, 1 Liga dos
Campeões, 1 Supercopa, 1 Mundial
20
Rinus Michels (HOL)
12
149
4 Holandês, 3 Copa Holanda, 1 Liga dos
Campeões, 1 Espanhol, 1 Copa Espanha,
1 Fairs Cup, 1 Copa Alemanha
21
Luís Antonio Carniglia (ARG)
5
147
1 Francês, 1 Espanhol, 2 Liga dos
Campeões, 1 Fairs Cup
21
Vicente del Bosque (ESP)
6
147
2 Espanhol, 2 Liga dos Campeões, 1
Supercopa, 1 Mundial
23
Matt Busby (ESC)
8
146
5 Inglês, 2 Copa Inglaterra, 1 Liga dos
Campeões
23
Arrigo Sacchi (ITA)
7
146
1 Italiano, 2 Liga dos Campeões, 2
Supercopa, 2 Mundial
25
Stefan Kovacs (ROM)
11
145
1 Romeno, 2 Copa Romênia, 2
Holandês, 1 Copa Holanda, 2 Liga dos
Campeões, 1 Supercopa, 1 Mundial, 1
Copa Grécia
26
Bela Guttmann (HUN)
9
142
2 Húngaro, 1 Copa Mitropa, 3
Português, 1 Copa Portugal, 2 Liga dos
Campeões
26
Jupp Heynckes (ALE)
6
142
2 Liga dos Campeões, 3 Alemão, 1 Copa
Alemanha
28
Guus Hiddink (HOL)
13
132
6 Holandês, 4 Copa Holanda, 1 Liga dos
Campeões, 1 Mundial, 1 Copa Inglaterra
29
Joe Fagan (ING)
3
120
1 Inglês, 1 Copa Liga Inglesa, 1 Liga
dos Campeões
30
Jock Stein (ESC)
26
114
9 Copa Escócia, 1 Liga dos Campeões,
10 Escocês, 6 Copa Liga Escócia
31
Luis Enrique (ESP)
7
113
2 Espanhol, 2 Copa Espanha, 1 Liga dos
Campeões, 1 Supercopa, 1 Mundial
32
Dettmar Cramer (ALE)
3
110
2 Liga dos Campeões, 1 Mundial
33
Raymond Goethals (BEL)
8
102
1 Recopa, 1 Supercopa, 1 Copa Bélgica,
2 Belgas, 2 Francês, 1 Liga dos
Campeões
34
Artur Jorge (POR)
7
87
3 Português, 1 Copa Portugal, 1 Liga
dos Campeões, 1 Francês, 1 Copa
França
35
Frank Rijkaard (HOL)
3
82
1 Liga dos Campeões, 2 Espanhol
36
Imre Jenei (ROM)
9
76
5 Romeno, 3 Copa Romênia, 1 Liga dos
Campeões
37
Ljubomir Petrovic (SER)
8
69
2 Iugoslavo, 1 Liga dos Campeões, 1
Sérvio, 2 Copa Sérvia, 1 Búlgaro, 1
Copa Bulgária
38
Zinedine Zidane (FRA)
3
65
1 Liga dos Campeões, 1 Supercopa, 1
Mundial
-
Massimiliano Allegri (ITA)
5
64
3 Italianos, 2 Copa Itália
39
Roberto di Matteo (ITA)
2
58
1 Copa Inglaterra, 1 Liga dos Campeões
40
Tony Barton (ING)
2
55
1 Liga dos Campeões, 1 Supercopa
-
Diego Simeone (ARG)
4
54
1 Espanhol, 1 Copa Espanha, 1 Liga
Europa, 1 Supercopa
-
Leonardo Jardim (POR)
2
6
1 Grego, 1 Copa Grécia

A pontuação atribuída aos títulos foi a seguinte:

Torneio
Pontos
Campeonato nacional
2 a 16
Principal copa nacional
1 a 8
Segunda copa nacional
1 a 4
Liga dos Campeões
50
Recopa, Fairs Cup, Liga Europa
25
Supercopa Europeia
5
Copa Mitropa
10
Copa Latina
5
Copa Intercontinental/Mundial de Clubes
10



Alex Ferguson: o maior
campeão da Europa
Analisando a lista de títulos, não surpreende que Alex Ferguson, que dirigiu o Manchester United por 27 anos (além de outros 8 no Aberdeen), seja o líder. Mas impressiona a enorme vantagem que ele tem sobre os outros – 50% a mais que o segundo colocado.

A lista também comprova a afirmação inicial deste texto: os atuais técnicos semifinalistas da Liga dos Campeões têm pouquíssimos títulos no currículo. A maior pontuação é de Zinedine Zidane, que mesmo assim fica atrás de 37 dos outros 39 treinadores que já venceram a LC.

Também chama a atenção a questão das nacionalidades. Se somarmos os pontos conquistados de acordo com o país de cada técnico, a lista fica assim:

País
Técnicos
Pontos
Itália
7
1.336
Espanha
6
1.158
Holanda
5
745
Escócia
3
735
Alemanha
4
685
Inglaterra
4
616
Argentina
2
453
Portugal
2
364
Romênia
2
221
Áustria
1
173
Hungria
1
142
Bélgica
1
102
Sérvia
1
69
França
1
65
*Só inclui a pontuação dos técnicos que já venceram a Liga dos Campeões

Não é muita surpresa que Itália e Espanha liderem a lista. Afinal, times dos dois países já venceram 28 edições da Liga dos Campeões. No entanto, a Inglaterra aparece apenas em 6º lugar, já que viu muitos dos títulos internacionais de seus clubes serem vencidos sob o comando de estrangeiros – e os técnicos ingleses não apresentam grandes conquistas em times de fora. Por outro lado, vale notar que, se considerarmos o Reino Unido como um todo, a nação apareceria na liderança da lista.

Outra curiosidade é a presença da Argentina como único país de fora da Europa com técnicos campeões da LC. Já são dois (Helenio Herrera e Luís Antonio Carniglia), e podem se tornar três, se Diego Simeone for campeão com o Atlético. Por outro lado, chama a atenção a fraquíssima presença da França. Na realidade, um técnico francês só foi vencer a Liga dos Campeões ano passado, com Zidane.